quinta-feira, 22 de julho de 2010

Paisagem sul africana no museu britânico

A parceria já é antiga, mas mais uma vez uma iniciativa conjunta entre o Kew Gardens e o British Museum deixam um dos pontos turísticos mais populares da cidade com uma cara nova. Com toda a febre do mundial da África do Sul, um jardim com a flora mais característica do país africano foi "plantado" na frente do museu britânico. Esta pequena mostra tem como objectivo trazer ao coração da capital britânica um pouco da biodiversidade da região sul africana.

O Kew Gardens em outras ocasiões já levou ao British Museum a paisagem da China e da Índia em iniciativas muito similares a esta.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Londres - Paris de Eurostar

Ja foi há algum tempo que fui de Londres a Paris de Eurostar, mas não podia de deixar aqui um post.
Os comboios partem da estacao de St Pancras e demora cerca de 2h a chegar a Paris Nord é quase o mesmo tempo que se demora a chegar a qualquer um dos aeroportos, mais o tempo do check-in . St. Pancras é sem dúvida a estação mais bonita das duas e uma boa 'porta de entrada' a Londres, a Gare du Nord esta muito velha e descuidada.

Os bilhetes de ida e volta rondam cerca de £80 mas se forem comprados com alguma antecedência pode-se comprar por cerca de £70.
A única coisa que achei diferente de uma viagem normal de comboio é o check-in que se tem que se fazer antes de partir. É igual ao check-in num aeroporto mas nao há restrições a nível de liquídos.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

E por falar em Ásia...

Aqui no reino Unido normalmente quando alguém se refere a um "Asian" não se está a referir a alguém do continente Asiático, mas apenas às pessoas do sul da Ásia essencialmente de países como a Índia, Bangladesh e Paquistão. Chineses, Japoneses, Coreanos não são incluídos no conceito de "Asian".

Há uns tempos atrás tive uma conversa muito engraçada com um colega de trabalho. Ele a falar de "Asians" e eu a pensar em asiáticos. Ele a falar em Indianos e eu a pensar em chineses...

domingo, 4 de julho de 2010

Little Índia

Este post já vem muito atrasado. Há uns tempos atrás num fim de semana prolongado fui descobrir uma parte de Londres nada turística mas bem interessante.

A comunidade de países asiáticos que foram colónias britânicas (Paquistão, Bangladesh e Índia) é parte considerável da população em Londres, marcando também a cultura da cidade de diversas formas, sendo os indianos talvez o de maior expressão.

Há uns anos atrás a comunidade indiana em Londres achou que já era mais que tempo de terem uma templo aqui na capital do Reino Unido. Compraram um terreno em Neasden e construíram aquele que é o maior templo hindu fora da Índia. As pedras vieram todas da Bulgária e da Itália, foram para a Índia serem trabalhadas e em três anos ergueram o templo nos arredores de Londres conhecido como Neasden Temple.
Foi bem difícil de encontrar o lugar e ao chegar lá a ideia que ficou é que é bem mais pequeno do que eu imaginava, mas mesmo assim valeu a visita. O templo está aberto a visitação mas é proibido tirar fotos lá dentro e tem que se fazer a visita descalço. Os pormenores são bem interessantes com as paredes muito brancas do mármore a contrastar com os santos e deuses (não sei se são os termos mais apropriados!) muito coloridos e muito enfeitados.