terça-feira, 16 de novembro de 2010

Public Houses

Sem querer fazer concorrência ao blog vizinho Pub Weekly, da Helo, que dá sempre óptimas indicações de pubs (Public Houses) em Londres, fica aqui a dica de três pubs que acho bons. O que há mais em Londres são pubs, literalmente um em cada esquina, mas pubs com ambiente bom, uma decoração acolhedora e com comida boa, pode ser bem difícil de encontrar.

O The Three Tuns fica bem perto da Oxford Street, eu costumava ir lá com os meus colegas de trabalho do meu emprego anterior e agora vou lá quando tenho visitas, principalmente depois de uma passeio pelas lojas de Oxford Street. Já almocei lá e fui muito bem servida.

O The Hawley Arms fica em Camden Town, bem perto do mercado, mas por incrível que pareça não é um sítio cheio de turistas, bem pelo contrário. Domingo fui lá almoçar um Sunday Roast e foi o melhor que já comi, super recomendo. Tem uma decoração bem tradicional mas bem cuidada e cheio de referências musicais por todo o lado (pelos vistos é o pub preferido da cantora Amy Winehouse).
Por último o pub que fica lá perto do escritório onde trabalho agora e acho que é o único pub decente em toda a área de Victoria. Eu nunca gostei muito dessa área, acho um pouco velha, suja e sempre muito confusa. Mas como agora trabalho lá tenho descoberto muitas coisas boas. O The Phoenix é o mais bonito a nível de decoração, um misto de mercearia antiga com casa da avó e tem boa comida, mas o problema é que principalmente quintas e sextas está sempre muito cheio.

sábado, 13 de novembro de 2010

Kew Gardens

Este post vem com atraso de meses, mas mais vale tarde do que nunca e este passeio acho que vale mesmo a pena partilha
O Royal Botanic Gardens, Kew é um parque perto de Richmont, fora do centro de Londres. Como toda a gente sabe Londres está cheia de parques lindos por todos os lados, a principal diferença do Kew Gardens, que cobra £13,5 de entrada, é que é muito maior, tem jardins temáticos muito bem cuidados e umas estufas com flores e plantas de todas as espécies de várias regiões do mundo. Outra coisas que achei bem interessantes foram algumas casas típicas de outras culturas pelos jardins como um pagode chinês e uma casa típica japonesa numa zona só com vegetação nipónica. Tem também uma estrutura de metal muito alta com uma passarela que permite uma vista fantástica sobre o parque, como se estivéssemos em cima das árvores( The xstrat TreeTop Walkway).
Este passeio é óptimo para um dia de sol e aconselho a quem vá que leve comida para um piquenique porque o parque é cheio de lugares bonitos. Eu almocei num dos restaurantes do parque e não achei nada de especial e se voltar outra vez levo com certeza piquenique.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Sotaques em Londres


Vi este vídeo no Facebook no outro dia e achei genial. Um dos grandes problemas que eu tive quando me mudei para Londres foi perceber o sotaque de algumas pessoas. Aqui em Londres tem pessoas de várias partes do Reino Unido e de várias partes do mundo o que resulta num "caldeirão" de sotaques e expressões e por vezes por melhor que o conhecimento da língua inglesa seja parece que não sabemos nada. Ainda hoje por vezes certos sotaques ainda me deixam meio confusa. Mas a verdadeira dificuldade foi quando cheguei e estava a procurar casa conseguir perceber as indicações que os agentes imobiliários de origem indiana me davam por telefone, era impossível perceber o que eles diziam...

domingo, 7 de novembro de 2010

Aniversários

O tempo tem passado tão rápido que eu ainda não acredito que já estamos em Novembro, todas as vezes que tenho que escrever a data levo um choque.
O mês de Outubro é o mês de aniversário das Londonices. Este ano, pela primeira vez na minha vida profissional (estágio não conta) os meus colegas de trabalho não deixaram passar a data em branco. Eram cerca das 4h30 a minha chefe reuniu o departamento todo (cerca de 60 pessoas!) e todos me deram os Parabéns, um presente (uma pulseira linda de uma loja lá perto do escritório que eu gosto muito, a Oliver Bonas) e ofereceram-me um bolo. Lá no escritório todos os aniversários e últimos dia de trabalho de quem deixa a empresa são sempre marcados. Alguém faz passar um envelope (normalmente o chefe directo da pessoa em questão ou algum colega próximo) onde todo o departamento assina um cartão e põe algum dinheiro. No dia do aniversário da pessoa, alguém com a quantia angariada compra bolo e mais algumas coisas de comer tipo batata frita, fruta e brownies e um presente.

Eu passei o dia meio nervosa porque já sabia o que me esperava, e isto de ter 60 pessoas a olhar para mim, ainda por cima que ainda não conheço muito bem é algo intimidativo, mas acabei por ter um colega a repartir as atenções comigo (nasceu no mesmo dia e ano que eu!).

Acho de aplaudir as empresas que dão valor a estas pequenas coisas, primeiro porque mostra que há uma preocupação pela pessoa e depois que nestes "lanches" temos sempre a oportunidade de socializar um pouco com diferentes pessoas e conhecê-las um pouco melhor.