terça-feira, 24 de maio de 2011

Valores por semana / por mês

Apesar de quase todos os pagamentos serem mensais, quem procura casa, quase sempre depara-se com anúncios com valores semanais. Cair na tentação de multiplicar o valor por 4 é fácil mas acaba sempre por nos dar um valor abaixo do real.
Então para calcular quanto um valor semanal será em termos mensais há que multiplicar o valor semanal por 52 semanas (número de semanas por ano) e depois dividir por 12 meses.

Exemplo: se uma casa é anunciada a £150 por semana significa que terão que pagar por mês £650.

(£150 x 52 / 12= £650)

Sei que a maioria já sabe isto, mas pode ser útil para quem está a pensar mudar-se agora para o Reino Unido.

terça-feira, 17 de maio de 2011

E se eu me mudasse para Londres?

Esta pergunta deve estar a ecoar na cabeça de muitos portugueses, principalmente jovens que sem perspectivas profissionais e perante a realidade político, económica e social do país vêm como única solução para alcançarem uma vida profissional estável sair do país.

Este blog foi criado há quase 3 anos e a verdade e que só neste ano de 2011 eu já recebi mais comentários e emails com perguntas e dúvidas de quem quer deixar Portugal do que durante 2008, 2009 e 2010 juntos, reflexo da conjuntura de factores que o país vive actualmente sem dúvida.

Eu gostaria de partilhar algumas ideias e experiências sobre o facto de deixar o país onde temos a nossa família e amigos, onde temos as nossas memórias de infância e adolescência para embarcar rumo a um país que não nos diz nada, onde não conhecemos ninguém.

Eu mudei-me para Londres em Setembro de 2008 e cá estou eu sem planos imediatos para regressar, eu gosto da minha vida aqui, adoro o meu emprego e não me vejo neste momento trocar Londres por lugar nenhum. Eu adaptei-me bem à cidade e não me arrependo nem por um segundo de ter-me mudado. Mas o facto de estar bem aqui não significa que tenha sido ou que seja fácil. Eu sempre fui uma pessoa muito independente, mas mesmo assim, a família e alguns amigos mais próximos fazem imensa falta. Há momentos que eu penso, será que vale a pena estar longe? Momentos como quando a minha irmã me telefonou a dizer que a família estava reunida a comemorar o aniversário de casamento dos meus pais e só faltava lá eu e a garganta fica apertada e as palavras desaparecem.

Aqui tenho de ser eu a resolver todos os meus problemas, não tenho a minha mãe para ir o dia inteiro para as finanças resolver coisas por mim, nem o meu pai para telefonar as 3h da manhã porque um bêbado bateu no meu carro. Aqui tenho de ser eu a descobir o que significa NI Number e como fazer para o tirar e para que serve.

Os salários aqui são mais altos, mas não temos subsídio de férias nem de Natal, as rendas são muito mais caras e além disso há despesas como as viagens obrigatórias (tipo no Natal ou casamento de amigos). É preciso fazer bem as contas para ter-se a certeza que realmente a mudança vai valer a pena monetariamente.

O que eu quero dizer com toda esta lengalenga é que há que ponderar muito bem o que involve mudar de país. Londres tem mais oportunidades? Tem. Londres culturalmente é imbatível? É. Mas será que isso compensa todas as outras coisas que temos que abdicar? Será que não será melhor ter um emprego menos bom, mas estarmos no nosso país, com o carinho da familia e amigos a disfrutar de dias de sol gloriosos com um céu azul frequentemente.

Além disso quem gosta de Londres não só gosta vicia e mesmo que a vontade de ir embora exista e que um dia mudemos ficaremos para sempre com o nosso coração dividido.

sábado, 14 de maio de 2011

Daffodils

O Inverno como se sabe nesta cidade é longo, frio e escuro. Se até Dezembro temos toda a animação do Natal para nos distrair, quando chega Janeiro parece que o tempo estagna e o mês se arrasta, Fevereiro é um mês curto mas parece que nunca chega ao fim e Março apesar de oficialmente marcar a chegada da Primavera na maior parte das vezes continua tão frio e escuro como os meses anteriores. Então entra o horário de Verão, os dias tornam-se maiores e aos poucos dias de sol e com temperaturas acima dos 10º começam a surgir. Mas é quando por todos os lados salpicos de amarelos se avistam é que eu sinto mesmo que o Inverno ficou para trás. Narcisos (daffodils) amarelos começam a brotar por todos os lados, nos parques, nos jardins e nos vasos dos parapeitos das janelas, vendem-se aos molhos nos supermecados e os pubs usando garrafas vazias como jarra enfeitam as mesas com as flores amarelas. É impossível não reparar neles para quem visita Londres na Primavera, pois estão literalmente por todo o lado.
Este post pouco vem um pouco atrasado porque este ano a Primavera já chegou há bastante tempo e com grande surpresa tem-se mantido proporcionado dias ensolarados e temperaturas agradáveis desde o fim de Março. Em Abril com 4 feriados em 3 semanas (ano excepcional, isto nunca acontece!), foram muitas as pessoas que marcaram férias rumo a países mais quentes, mas este ano a verdade é que quem ficou por Londres pôde aproveitar muito mais o bom tempo, já que em Londres o tempo esteve óptimo e em países como Portugal e Espanha choveu e as temperaturas não estiveram tão amenas como se esperava. Eu própria fui para o Porto e levei com 5 dias de chuva enquanto quem ficou em Londres aproveitou imenso o bom tempo nos parques ou com um barbecue.
A Primavera é sem dúvida a minha estação preferida em Londres, é como se a cidade renascesse das cinzas. As pessoas tornam-se mais alegres, as ruas enchem-se de pessoas que do lado exterior de pubs e bares bebem e conversam por horas, cada milímetro de espaço verde enche-se com gente que descansa ou almoça sentada na relva. As conversas mais recorrentes são sobre quando será o próximo barbecue ou qual será o parque a visitar no próximo fim de semana. Adoro também a Primavera porque é quando todos os jardins na cidade se enchem das minhas flores favoritas, as tulipas. Eu não sei como eles fazem isso, mas de repente todos os jardins enchem-se de tulipas, de todas as cores e algumas enormes.
O Inverno é longo, mas é só chegar a Primavera e eu já nem me lembro o quanto foi frio ou escuro, pelo menos até Setembro.